Vou mudar de casa: como adaptar o meu pet?


Vou mudar de casa: como adaptar o meu pet?


Qualquer tipo de mudança é sempre desafiador, gera grandes expectativas e animação por parte de nós, humanos. No caso de nossos pet´s, toda a agitação que acompanha a mudança pode deixá-los perdidos, e com o estresse que isso causa, alguns problemas de adaptação começam a surgir.

Não há mais o cheiro que eles sentiam antes, os espaços são novos e os barulhos também. Isso faz com que seu animal perca todas as referências que tinha, e é muito comum ficarem desnorteados no início.

Para evitar que a mudança seja algo desconfortável para você e seu pet, separamos algumas dicas que podem ajudá-lo a preparar o terreno para os dias que precedem a mudança, e também como agir depois que ela de fato ocorre, até que seu animal esteja completamente familiarizado com o novo ambiente. Vamos lá?

Como adaptar meu pet

1º Decidindo a Mudança

O primeiro a analisar é o tamanho da sua mudança. Você está saindo de uma casa com quintal e indo para um apartamento? Ou está saindo de um apartamento para uma casa com quintal? Quanto mais diferença entre ambientes tiver, mais assustado o seu pet ficará. Além disso, quanto mais idade o seu pet tiver, mais tempo levará até que ele se adapte, portanto, paciência nesta transição.

Também é importante, em caso de mudança de uma casa com quintal para um apartamento, instalar redes de proteção em janelas e varandas, desta forma, o seu animal fica protegido.

2º Realizando a Mudança

No dia de realizar a mudança de casa, opte por deixar o seu animal na casa de algum parente ou amigo que ele já conheça e esteja familiarizado. Desta forma, você evita que o seu bichinho presencie toda a agitação de caixas e pessoas diferentes no novo ambiente.

Além disso, procure realizar a mudança em dias que precedem o final de semana ou que esteja em período de férias, assim poderá passar mais dias adaptando o seu pet ao novo ambiente.

3º Primeiros Dias após a Mudança

Ufa, a mudança já foi feita e estamos perfeitamente instalados. E agora? Os primeiros dias são de adaptação, assim como você necessitará se acostumar com o novo ambiente, seu pet também precisará de alguns dias para isso. O ideal é começar apresentando o seu pet aos espaços do novo lar. Entre com ele em cada cômodo, deixe que ele reconheça o espaço, mostre onde ficarão os potes de água e comida e o novo banheiro, caso haja. Aproveite para também realizar passeios com o seu pet nas ruas do bairro, para que ele conheça os locais próximos de casa.

Escolha um local aconchegante para colocar a caminha e alguns brinquedos do seu pet.

Inicialmente, você pode deixar espalhados pelos cômodos da casa, algumas peças que tenham o cheiro dos donos. Isso faz com que o seu animal fique mais tranquilo, já que alguns odores que já são conhecidos por eles, estão pela casa. Outra alternativa é utilizar feromônios de cães ou gatos para deixar o seu pet mais calmo.

Se está de mudança para uma casa com quintal, também deverá realizar a ambientação do seu pet ao novo local. Nunca o deixe sozinho neste novo ambiente por longos períodos, pelo menos no início da adaptação. Comece indo ao quintal nos momentos em que for brincar com ele e passe alguns minutos por lá. Depois, reveze um pouco, deixando o seu animal por alguns minutos sozinho lá fora e o traga para dentro. Repita por algumas vezes e dias, até que ele se acostume com este novo ambiente.

Pode ser também que o seu animal faça xixi fora do lugar. Não fique irritado. Isso é extremamente comum após uma mudança de ambientes. Para minimizar isso, você pode utilizar tapetes higiênicos, pois eles vêm com odores atrativos para uso como sanitário pelos pets.

Meu pet é um gato, como eles se adaptam às mudanças?

Todas as dicas citadas acima são extremamente válidas caso o seu pet seja um felino, mas alguns cuidados redobrados são importantes já que os gatos tendem a retornar para seu antigo lar, pois eles tem um senso de direção extremamente aflorado.

Meu pet é um gato

No novo lar, reserve um cômodo com portas e janelas fechadas para deixar o seu gato com os pertences. Inicialmente é mais seguro deixá-lo “preso” por algum tempo até que se sinta ambientando ao local.

Depois que ele já está seguro ao ambiente, permita que ele conheça os outros cômodos do novo lar, mas sempre com fácil acesso ao primeiro cômodo onde estão os pertences dele, pois lá será o porto seguro do seu animal.

Seguindo vários dos passos citados acima, e mantendo a calma e paciência, em poucos dias o seu pet estará totalmente ambientando ao novo local e seguindo a nova rotina. Lembre-se, se para nós, que temos total consciência do que está ocorrendo, mudanças podem ser estressantes, imagine para o seu pet, que não tem consciência real do que ocorre. Encha ele de muito amor e carinhos nos primeiros dias para que ele não se sinta abandonado pela nova rotina, e aproveite o novo lar com seu pet!